quarta-feira, 18 de setembro de 2013

ELEIÇÕES (1)

Hoje dei uma volta pelo mercado e não me ofereceram um eletrodoméstico, nem uma bola de Berlim, nem pão, mas acenaram-me com muito barulho, papéis coloridos com as mesmas caras de sempre, bonés, uma esferográfica, falsos sorrisos e manhosas simpatias.

Não ouvi uma palavra sobre o futuro deste país. O que me diziam para comprar vinha sem luz e estava vazio. 

Não me incomodei por ficarem ofendidos por não aceitar.